quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Acai 2 - PA
A
Açaizal nativo: conjunto de plantas desta palmeira que vegetam em seu habitat natural formando adensamentos populacionais de várias densidades.

Acondicionamento: embalagem em recipientes adequados para a preservação das boas qualidades dos frutos ou sementes.

Adesivo espalhante: produto usado em mistura com fungicidas, inseticidas, herbicidas e adubos líquidos, com vistas a minimizar as perdas dos mesmos pela ação de fatores externos (ex. chuvas).

Aerênquima: parênquima (tecido vegetal constituído por células de membranas finas e não-lignificadas, que têm função de armazenar produtos de reserva para a planta) com grandes espaços intercelulares aeríferos. Possuem aerênquima bem visível muitas plantas aquáticas submersas ou as palustres que desenvolvem alguns de seus órgãos em meio pobre em oxigênio.

Alógama: diz-se de plantas de fecundação cruzada, que consiste da união de gametas de dois indivíduos para a sua reprodução.
Aminoácidos: moléculas orgânicas que contém pelo menos um grupamento amina (NH2) e um grupamento carboxila (COOH). Os aminoácidos são os componentes das proteínas.

Análise de sensibilidade: simulações de situações que podem ocorrer no mercado.

Anatômicas: referem-se às formas e estruturas. A anatomia estuda a forma e a estrutura dos seres organizados.

Anelamento: consiste da retirada, em forma de anel, de parte do córtex do caule da planta, com a finalidade de provocar a sua morte.

Anóxico: relativo a ambiente com deficiência de oxigênio. Corresponde também à deficiência de oxigênio nos órgãos ou nos tecidos vegetais.

Antocianinas: pigmentos naturais de natureza glicosídica, pertencentes à família dos flavonóides, são as responsáveis pela cor do açaí. Nos animais têm a função antioxidante e asseguram melhor circulação sanguínea e protegem o organismo contra o acúmulo de placas de gorduras, que podem levar a arteriosclerose nos humanos.

Área do coroamento: área em torno da planta ou da touceira que, normalmente, abrange a dois terços da projeção da coroa foliar, onde são distribuídos os fertilizantes.

Arranquío: ação dentro do controle de invasoras que consiste da eliminação, manual, de plantas indesejáveis da área de cultivo, puxando-as pela parte área de modo a permitir, também, a retirada do sistema radicular.

B
Balanço hídrico: é a comparação entre a quantidade de água recebida pelo ambiente, através das chuvas, com a quantidade perdida pela evapotranspiração.

Batelada: quantidade de matéria-prima utilizada num ciclo de processamento.

Benefícios líquidos: diferença entre a receita e os custos de produção.

Biodiversidade: total de genes, espécies (plantas, animais e microrganismos) e ecossistemas de uma região.

Bolores: denominação vulgar aos fungos que proliferam sobre a matéria úmida susceptível à fermentação.

BPA: boas práticas agrícolas, constituídas de ações que promovem a melhoria das atividades de produção e a qualidade dos produtos agrícolas.

BPF: boas de fabricação, conjunto de ações que promovem a melhoria das atividades de processamento e a qualidade do produto final.

Branqueamento: Tratamento térmico aplicado em frutas e hortaliças, com objetivo de retirar ar dos tecidos, inativar enzimas, facilitar a limpeza e, no caso de frutos do açaizeiro, o despolpamento.

C
Calagem: operação de adubar ou corrigir a acidez do solo, para fins agrícolas, com a aplicação de cal.

Cama de aviário: composto orgânico constituído do substrato (serragem, maravalha ou casca de arroz) usado no piso dos aviários misturado com os dejetos das aves confinadas.

Ciperáceas: plantas monocotiledôneas da família Ciperaceae, que se assemelham às gramíneas, das quais diferem por possuírem o caule trígono (formato triangular).

Classificação de Köppen: estabelece os tipos climáticos tropicais chuvosos (Afi, Ami e Awi), com base nas temperaturas médias dos meses, que nunca são inferiores a 18 oC e as variações do clima não têm verão ou inverno estacional.

Clima Afi: as chuvas são relativamente abundantes durante todo o ano, e a altura das chuvas do mês mais pobre é superior a 60 mm.

Clima Ami: o regime pluviométrico anual define uma estação relativamente seca, mas o total de chuvas é suficiente para manter o período.

Clima Awi: o regime pluviométrico anual é relativamente elevado, mas com nítida estação seca.

Coleto: porção intermediária entre o caule e a raiz das plantas lenhosas ou, no caso das palmeiras, do estipe com a raiz.

Coliformes fecais: expressão pela qual são também conhecidas as bactérias do grupo da Escherichia coli.

Colmos: tipo de caule comum às gramíneas, com nítida diferenciação dos nós e dos entrenós, como no bambu (Bambusa vulgaris e B. arundinacea) e a na cana-de-açúcar (Saccharum officinarum).

Concentrado emulsionável: mistura líquida heterogênea constituída de duas ou mais fases, normalmente não miscíveis entre si, mas que são mantidas em suspensão uma na outra, graças a uma forte agitação ou por emulsionantes que modificam a tensão superficial.

Consistência moldável: a mistura dos componentes da massa permite moldar objetos de formas variadas.

Controle biológico: utilização de inimigos naturais no controle de organismos prejudiciais às plantas, com vistas à redução ou eliminação do uso de produtos químicos no combate a pragas e doenças.

Crisálidas: denominação técnica à pupa (fase nos insetos de metamorfose completa, que se inicia após o estádio de larva e é precedida da forma definitiva do inseto _ ex. borboletas).

D
Desidratado por atomização: desidratação em equipamento conhecido como "spray dryer".

Despolpamento: remoção da polpa ou mesocarpo do fruto do açaizeiro.

Draga: ferramenta agrícola que serve para abrir covas para o plantio.

E
Edáfico: relativo à constituição físico-química do solo.

Eluviação: remoção de material, em suspensão ou em solução, de qualquer horizonte ou camada do solo.

Emergência da plântula: exteriorização do processo de germinação da semente de açaizeiro.

Empupar: corresponde à fase em que os insetos de metamorfose completa iniciam o estádio de pupa.

Endocarpo: parte interna do fruto que, no caso do fruto do açaizeiro, corresponde à semente.

Epicarpo: parte externa dos frutos que corresponde, no caso de frutos do açaizeiro à casca.

Escalador: operário que realiza a colheita de cachos de frutos de açaizeiro.

Esclerificada: corresponde a tecidos resistentes que confere rigidez ou dureza, como no caso da cabeça do inseto conhecido como broca-do-estipe.

Espiral em forma de rodilha: enrolado com o formato de rosca.

Estipe: caule das palmeiras.

Estresse hídrico: reações das plantas a agressões provocadas pelo déficit de disponibilidade, em quantidade suficiente, de água no solo.

Evapotranspiração: perdas de água pela sua transformação em vapor, como a evaporação de água do solo ou transpiração, que corresponde à eliminação de água pelos seres vivos.

F

Fitossanitário: corresponde ao aspecto sanitário de um vegetal relativo à ocorrência de insetos-pragas e doenças.

Fitoterápicos: produtos extraídos de plantas que se prestam para o tratamento de doenças dos animais e do homem.

Fixação simbiótica: ato que resulta da relação harmônica entre seres diferentes para a fixação do nitrogênio atmosférico, realizada por microrganismos diazotróficos (ex. micorriza _ associação íntima da raiz de uma planta superior e o micélio de um fungo especializado).

Fluxo de caixa: demonstrativo das despesas e das receitas geradas com o plantio.

Folhas carcomidas: diz-se de folhas roídas ou corroídas.

FTE (Fritted Trace Elements): são silicatos moídos que contém misturas de micronutrientes (ferro, boro, cobre, zinco e manganês).
G
Gases liquefeitos: gás que se reduz ao estado líquido em contato com o ar (ex. brometo de metila).

Germoplasma: são indivíduos que guardam as informações genéticas de diferentes ecotipos de açaizeiro, coletados nos centros de dispersão natural das espécies.

H
Horizontes genéticos: referem-se às camadas que dão origem ao solo, formando uma seqüência, chamada perfil.

I
i.a.: ingrediente ativo.
L
Larva: estádio imaturo de inseto, que sucede ao embrião, após a saída do ovo, e antecede o estádio de pupa.

Lenticelas: certas protuberâncias visíveis a olho nu, com abertura no formato de uma lentilha, que se abrem e fecham e são utilizadas pelas plantas para realizar as trocas gasosas.

Leveduras: são fungos responsáveis pela fermentação, como a que ocorre nos frutos do açaizeiro.

Lipídeos: são compostos orgânicos constituídos por ésteres de ácidos graxos com álcoois.

M
Mesocarpo ou polpa: parte interna comestível do fruto do açaizeiro, situada entre o epicarpo e o endocarpo.

Microrganismos: organismos visíveis com o auxílio de microscópios.

Microrganismos termófilos: microrganismos resistentes a temperaturas elevadas ou que se prolifera em ambientes muito quentes.

Mix: formulações em que o açaí é comercializado em mistura com xarope de guaraná, banana e outras frutas frescas, secas ou cristalizadas.

Mondas: eliminar as ervas invasoras com as mãos. É realizada, normalmente, em pequenas áreas, como em viveiros.

Monoinsaturado: dir-se do óleo que contém ácido graxo com uma dupla ligação (CH=CH).

Morfológica: refere-se às formas. Parte da Biologia que estuda a forma dos vegetais e animais.

N
Ninfas: estádio pré-adulto dos insetos que não empupam.

Nitrogênio atmosférico: nitrogênio que faz parte da constituição do ar ou da atmosfera terrestre.

NPK: símbolos químicos dos nutrientes Nitrogênio (N), Fósforo (P) e Potássio (K).

O
Oscilações: variações, alterações do mercado.

P
Peconha: adereço usado nos pés do escalador de algumas palmeiras, normalmente confeccionada com folhas do açaizeiro ou outra palmeira, que facilita a subida no estipe da planta.

Perecibilidade: está associada à fermentação do açaí, seja em prateleira ou sob refrigeração.

Perfilhos: emissão de novas plantas, por propagação vegetativa, na base da touceira de açaizeiro.

Peroxidase: enzima de ativação intracelular que decompõe a água oxigenada (H2O2) em água (H2O) e oxigênio (O2).

pH: é uma escala para medir o potencial de hidrogênio e serve para indicar o nível de acidez ou alcalinidade das substâncias. O pH é medido em uma escala que vai de 0 a 7 para indicar acidez e de 7 a 14 para indicar alcalinidade. Quanto menor o pH, mais ácido é o solo. Quanto mais próximo de 7 é o pH do solo, mais esse tende a ser neutro.

Plantas cloróticas: diz-se de plantas com folhas com tonalidade amarelada, pelas deficiências de nutrientes.

Pluviosidade: refere-se à intensidade de chuvas que ocorrem em determinada região.

Polifenoloxidase: enzima que pode estar associada à degradação ou fermentação do açaí.

Poliinsaturados: dir-se do óleo que contém ácido graxos com muitas insaturações.

Polinização aberta ou cruzada: quando o pólen produzido em uma flor é transportado para o estigma de uma flor de um outro indivíduo da mesma espécie (alogamia).

Pó-molhável: forma de apresentação de defensivos agrícolas, que se dissolve em água, solução ou outro solvente.

Propagação por via assexuada: tipo de propagação ou reprodução encontrada em vegetais, onde não há a participação dos órgãos sexuais (flores), como ocorre com os perfilhos do açaizeiro.

Propagação sexuada: tipo de propagação ou reprodução encontrada nos seres vivos onde há participação dos órgãos sexuais (ex. germinação de sementes).

Propriedades organolépticas: referem-se aos alimentos que estão em condições adequadas para serem ingeridos.

Q
Qualidade sensorial: conjunto de características relativas ao uso dos órgãos dos sentidos que diferencia um produto. Importante na determinação do grau de aceitação do produto pelo consumidor.

Quincôncio: tipo de arranjo de plantas no campo, que espaçadas entre si formam triângulos com lados iguais (eqüilátero).

R
Ramos laterais ou plagiotrópicos: ramificações primárias ou secundárias do caule de uma planta.

Ráquilas: eixos primários das inflorescências. No caso específico do açaizeiro, são os ramos do cacho onde se fixam os frutos.

Rasa: espécie de paneiro muito usada no acondicionamento no transporte de frutos do açaizeiro.

Refino: submeter o produto obtido pelo processamento a tratamentos que melhorem a sua qualidade microbiológica (ex. pasteurização).

Ribeirinhos: moradores das margens dos rios que, normalmente, vivem de atividades extrativistas.

S
Salmonelas: são bactérias do gênero Salmonella, que depreciam a qualidade dos alimentos e são responsáveis pela ocorrência de doenças no homem (ex. febre tifóide, febres paratifóides dos tipos A, B, e C, e gastroenterites infecciosas).

Seleção fenotípica: seleção de plantas com base no seu fenótipo (aparência geral do indivíduo em face da sua constituição genética (genótipo) e das influências do meio).

Seleção massal: método de seleção dirigida, com coleta de sementes de indivíduos de uma determinada população, que expressam uma ou mais características desejáveis (ex. alto rendimento, resistência a doenças) para serem plantadas em safras subseqüentes, até a obtenção de indivíduos que obtiveram gradual deslocamento na freqüência relativa de uma ou mais características de uma população de plantas da mesma espécie.

Semente recalcitrante: diz-se daquelas que não suportam a secagem e nem o armazenamento a temperaturas abaixo de 15 oC.

Sépalas: peças constituintes das flores, originadas de folhas modificadas, normalmente de coloração verde.

Solos concrecionários: são solos lateríticos que possuem, no perfil, nodulações endurecidas, normalmente de coloração avermelhadas, amareladas e violáceas, denominadas de concreções lateríticas ou piçarra.

Solos hidromórficos: são solos de áreas planas, baixas, de formação sedimentar recente, que margeiam os rios.

Solos latossólicos: são solos formados pelo processo de lavagem e eluviação da sílica e bases, resultando em solo com elevada concentração de sesquióxidos de ferro e alumínio.

Sombrite: malha tecida com fios de polietileno usada para cobertura de pré-viveiros e viveiros e confecções de telados. Existem diferentes tipos de malhas que reduzem a passagem de luz e dos raios solares.

Substrato: material de constituição diversa (ex. vermiculita, terra preta, areia lavada, serragem curtida etc.) utilizado no preenchimento de sementeiras ou sacos usados na produção de mudas, que oferece as condições satisfatórias para a germinação, desenvolvimento, e fixação de plântulas e mudas.

Sujidades: são materiais indesejáveis encontrados na área de cultivo como no produto colhido, oriundos da própria cultura ou não.

T
Tecido endospermático: tecido que forma o endosperma ou albume, que envolve o embrião de algumas sementes.

Termorresistente: refere-se às enzimas que são capazes de sobreviver a tratamentos térmicos elevados, com perdas de suas atividades, mas sem inativação total. Têm como característica a capacidade de regeneração ao encontrar as condições térmicas favoráveis ao seu crescimento.

Toalete: consiste da eliminação de folhas secas e do amarrio das folhas em torno da flecha do açaizeiro.

Transformações antrópicas: transformações provocadas pela atividade humana.

U
Unidade pedogenética: denominação de unidade de solo de acordo com os processos de sua formação.

V
Vagoneta: espécie de caçamba usada na coleta de frutos do açaizeiro que se deslocam sobre trilhos.

Valor calórico: corresponde ao valor total de energia (kcal) fornecido pelos macronutrientes (carboidratos, lipídios e proteínas) que constituem o alimento.

Vermiculita: é um silicato composto predominantemente de ferro, alumínio e cálcio de larga, usada como substrato nas pesquisas de germinação de sementes.

Vetor: agente transmissor de um organismo para determinado hospedeiro vegetal ou animal.

Viveiro: lugar onde se semeiam os vegetais e no qual permanecem até as mudas alcançarem o estádio ideal para serem levadas para plantio no local definitivo.

0 comentários: