sábado, 12 de maio de 2018

Produção de material propagativo de Citros



As plantas fornecedoras de borbulhas de citros, quer sejam plantas básicas, plantas matrizes ou plantas borbulheiras, deverão ser inscritas pelo produtor de mudas junto ao órgão de fiscalização, devendo-se comprovar a origem genética.
As plantas básicas (Figura 1), plantas matrizes, borbulheiras certificadas e mudas certificadas deverão ser mantidas em ambiente protegido, que deverá ser de tela de malha nas dimensões mínimas de 87 centésimos de milímetro por 30 centésimos de milímetro, tanto na cobertura, quanto nas laterais, ou de vidro. Em se tratando da cobertura do ambiente protegido, esta pode ser feita por meio de filme plástico (BRASIL, 2013).
Normalmente, para aumentar a produção anual de borbulhas, utilizam-se porta-enxertos vigorosos, como o limoeiro Cravo (Citrus limonia Osbeck), nas borbulheiras, mesmo em regiões de clima subtropical (OLIVEIRA et al., 2009). Segundo os mesmos autores, as plantas borbulheiras podem ser cultivadas em sacos plásticos, vasos plásticos (5 L a 200 L) ou diretamente no solo, mas, sempre, no interior de ambiente protegido (BRASIL, 2013) (Figura 2, 3 e 4). As borbulhas aptas à enxertia podem ser armazenadas por até sete meses em câmara fria a 5 ºC (BLUMER, 2000; MACIEL et al., 2008).
Foto: Roberto Pedroso de Oliveira.
Figura 1. Planta básica de citros da cultivar satsuma Okitsu (Citrus unshiu Marc.), cultivada no interior de ambiente protegido.
Foto: Roberto Pedroso de Oliveira
Figura 2. Plantas borbulheiras de citros cultivadas em vasos plásticos de 5 L no interior de ambiente protegido.
Foto: Roberto Pedroso de Oliveira.
Figura 3. Plantas borbulheiras de citros cultivadas em vasos plásticos de 200 L no interior de ambiente protegido.
Foto: Roberto Pedroso de Oliveira.
Figura 4. Plantas borbulheiras de citros cultivadas diretamente no solo no interior de ambiente.







CLIQUE NOS LINKS ABAIXO PARA LER  ONLINE OU FAZER DOWNLOAD

Carlos Pena compartilhou os seguintes PDF: